Internet 4G Rural: Como monitorar sua lavoura com o 4G

Na atualidade, todo negócio precisa ser muito bem administrado, gerenciado e monitorado. Por isso, a adoção da internet 4G vem sendo fundamental, tanto que é praticamente impossível gerenciar qualquer atividade sem essa tecnologia nos dias de hoje. 

Mas você sabia que nas atividades rurais, a necessidade é a mesma (podendo ser ainda maior)? 

Hoje em dia, os processos relacionados ao monitoramento e gestão da lavoura dependem cada vez mais de um bom sinal de internet. Por isso, assim como ocorre na zona urbana, a Internet 4G rural começa a ter um protagonismo bastante grande.

Internet 4G Rural

Nos dias atuais, ter uma internet 4G na área rural representa um importante diferencial para o agronegócio, sendo de grande ajuda para os empresários desse ramo. Mas você sabe dizer quais são os benefícios de uma rede 4G no campo?

Com a popularização da tecnologia de comunicação no campo, hoje em dia, muitas são as etapas beneficiadas pelo uso da internet no campo. A internet 4G consegue, por exemplo, ajudar o produtor rural a monitorar todas as informações sobre a sua lavoura, com a rápida recepção de dados sendo capaz de reduzir erros.

Baseado nisso, te convidamos a entender os impactos da Internet 4G no campo, assim como a sua capacidade de auxiliar no melhor monitoramento das lavouras em propriedades rurais de todo o Brasil. 

 

Mais da metade das propriedades rurais brasileiras têm acesso à internet rural

O acesso à internet no campo sempre foi um dos principais desafios do agronegócio brasileiro. Em 2017, por exemplo, o último Censo Agropecuário  realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), indicou que apenas 41% das propriedades rurais no Brasil tinham acesso à internet.

Porém, assim como todo o agronegócio, a conexão rural também passou por significativos avanços. Prova disso é a pesquisa Pnad TIC 2019, divulgada recentemente também pelo IBGE. A pesquisa mostrou que houve um rápido crescimento das propriedades rurais que tinham internet, chegando a 55,6%, passando da metade pela primeira vez.

Mas, mesmo com muitos avanços, a conexão de internet em propriedades rurais ainda é um grande desafio para trabalhadores rurais, com a conexão sendo a peça-chave para o avanço do setor agropecuário no País.

Por isso, a internet 4G se mostra essencial para a aplicação de novas tecnologias no campo, tendo na maior capacidade de monitoramento da lavoura os avanços mais representativos e com melhores resultados. 

Por meio de uma conexão de maior qualidade, como a 4G, é possível que a propriedade monitore toda sua lavoura, recebendo informações de drones, avaliação de aplicativos de meteorologia, automatização de maquinários, etc., facilitando o dia a dia de pequenos, médios e grandes produtores.

 

O que é a Internet 4G?

A tecnologia 4G é atualmente a forma de conexão móvel predominante no Brasil, sendo adotada por todas as operadoras. Por definição, 4G é a sigla que define a quarta geração de telefonia móvel, sucessora da segunda (2G) e terceira geração (3G). Ela funciona com a tecnologia LTE (Long Term Evolution), caracterizada como uma tecnologia de transmissão de dados baseada na tecnologia WCDMA e GSM.

Com isso, a tecnologia 4G dá maior prioridade a dados de internet. A rede 4G é também mais rápida no tráfego de dados, superiores às redes 2G e 3G.

Exatamente por priorizar a troca de dados, a rede 4G vem sendo cada vez mais utilizada nas atividades rurais, principalmente com o advento da agricultura de precisão, importante vertente da agricultura 4.0.

Mas, você deve estar se perguntando: Por que ter uma internet 4G vem adquirindo um papel de grande importância na agricultura atual? A resposta é simples e discutiremos isso a seguir.

 

Internet no campo: conexão de muitas tecnologias no ambiente 4.0

A tecnologia já faz parte da vida do produtor rural. Nos dias atuais, a agricultura braçal perdeu espaço nas fazendas, sendo trocada por máquinas e implementos bastante modernos. 

Mas, além das máquinas agrícolas mais modernas e eficientes, os produtores rurais estão investindo cada vez mais na tecnologia de monitoramento das lavouras. É a chamada agricultura 4.0.

Mas antes da quarta revolução, o trabalhador do campo precisou trabalhar muito na sua terra. 

Em um primeiro momento ele começou plantando tudo na força de sua mão com o auxílio de pequenos implementos manuais; depois, surgiu o 1.0, baseado na compra de equipamentos agrícolas, plantadeiras, colheitadeiras, tratores; A agricultura 2.0, por sua vez, chegou junto com a taxa variável de adubo, promovendo redução dos desperdícios; 

Já na terceira revolução tivemos o surgimento do piloto automático, que entrou no cenário para melhor conduzir os tratores e dar uma eficiência maior aos manejos, facilitando o plantio e a pulverização; 

Por fim, estamos vivenciando a agricultura 4.0. Essa revolução engloba todas as tecnologias, conectando-as em tempo real e trazendo benefícios bastante importantes. Em resumo, a agricultura 4.0 consiste em tornar os processos no campo muito mais digitais e ágeis. 

Internet 4G Rural

Essa verdadeira revolução compreende processos de mecanização, tecnologias integradas através de softwares e a tomada de decisões e ações tendo como base dados colhidos por meio de ferramentas digitais e monitoramento constante da lavoura.

O mais interessante nisso tudo é que a maioria dos sistemas e aplicativos de monitoramento podem ser controlados por dispositivos móveis como tablets ou mesmo smartphones. Porém, para que a qualidade do sinal e as informações cheguem sem problemas aos usuários, dispor de uma rede 4G de qualidade é fundamental!

 

Por que ter uma internet 4G de qualidade no campo?

O agronegócio tem crescido muito nas últimas décadas, com elevação da produção sem necessariamente elevar a área de cultivo. Neste cenário, a internet, essencialmente a internet 4G, chega para contribuir com esse desenvolvimento.

O que ocorre é que, por muitas vezes, o produtor rural precisa ter acesso às informações sobre determinada ação ou talhão da lavoura, fazer o envio de dados importantes ou mesmo acessar algum sistema ou aplicativo. 

Para isso uma internet estável e de maior alcance, como a Internet 4G, permite a realização destas medidas sem quaisquer atrasos ou falhas, sem a necessidade de se deslocar para resolver um problema que poderia ser solucionado online.

A Internet 4G também permite monitoramento da lavoura em tempo real, com os dados sendo consultados quando e onde quiser. O produtor consegue consultar os dados de diversos sensores de campo espalhados pelas lavouras, tudo por meio de seu smartphone/tablet e um sinal de internet.

Vale ressaltar também que uma internet de qualidade também ajuda em outras tarefas que não estão diretamente relacionadas com o setor, mas importantes, tais como: acesso a informações bancárias, consulta de preços, entre outras que também exigem um sinal de internet com estabilidade e boa velocidade.

 

Benefícios da Internet 4G para monitoramento das atividades rurais

Quando adotada de forma mais assertiva e recorrente, a Internet 4G no campo permite que muitos benefícios sejam conquistados por produtores rurais, além dos já citados anteriormente.

Ter a tecnologia de comunicação como aliada nesse momento é algo essencial para gerar um produto final de qualidade e que tenha custos que valham o investimento e o trabalho. Dessa forma, a Internet 4G permite:

Tomada de decisões mais assertivas e baseadas em informações

Escolher a atividade correta a ser realizada em cada talhão será essencial para conseguir elevar a produtividade da lavoura como um todo, por isso tomar decisões através da intuição ficou no passado. Hoje em dia as decisões são baseadas em dados, estes coletados por sensores e enviados via internet a um software específico.

Por meio da internet 4G, o produtor pode acessar as informações coletadas de diversas formas, em tempo real e na palma da sua mão, através do seu smartphone ou tablet. Dessa forma, será mais fácil tomar decisões confiáveis e assertivas, sem prejudicar o rendimento da lavoura.

Facilita o planejamento e otimiza a busca por informações climáticas

Por meio da internet 4G, o produtor consegue acompanhar alterações meteorológicas, como os índices de chuvas e possíveis geadas, permitindo que ele decida qual o melhor momento para entrar com o maquinário, além de definir a quantidade certa de aplicações para pulverizar a lavoura, aumentando, dessa forma, a eficiência da produção.

Além disso, a internet 4G, associada à agricultura digital permite que produtores rurais consigam ter um melhor monitoramento de pragas e doenças, além de obter mais informações sobre a origem dos insumos utilizados, por meio de redes sociais e aplicativos, por exemplo.

 

Conclusões

A conectividade rural sempre foi um problema crônico do agronegócio brasileiro, mas com o advento de muitas tecnologias estamos presenciando um avanço, ainda que lento, da capacidade de conexão das atividades realizadas à campo.

Uma dessas tecnologias, já presente em todo o Brasil e que começa a chegar no campo, é a Internet 4G. Essa tecnologia é baseada na capacidade de transmissão de alto volume de dados, sendo por isso uma grande aliada da maior capacidade de monitoramento das lavouras brasileiras.

Esse monitoramento da lavoura permite que cada propriedade seja mais assertiva em suas tomadas de decisão, já que elas serão baseadas em alto volume de informação, coletadas por sensores e enviados de forma contínua, via internet 4G, para dispositivos móveis.

Por isso, hoje em dia, os sinais de internet 4G ágeis e estáveis são grandes aliados da capacidade de monitoramento da lavoura agrícola, elevando a produtividade e lucratividade do sistema produtivo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.