Ferramentas mais utilizadas na Agricultura Digital

Fonte: https://www.gov.br/agricultura/pt-br/assuntos/noticias/pesquisa-mostra-o-retrato-da-agricultura-digital-brasileira/agriculturadigital.jpg/@@images/eaac84c4-3d51-43c1-85d0-2a6a9ca955fc.jpeg

Na atualidade, a busca por maior conexão do produtor rural com a produtividade, desempenho e sustentabilidade de seu sistema de produção tem nome e se chama Agricultura Digital.

A digitalização da agricultura tem avançado significativamente nos últimos anos. Se antes esse processo era visto como uma tendência para o agronegócio, atualmente é cada vez mais utilizado por produtores, independente do porte ou nível de produtividade.

Uma prova disso é a recente pesquisa realizada pela Embrapa, juntamente com o Inpe e Sebrae, a qual indica que  84% dos agricultores brasileiros já utilizam ao menos uma tecnologia digital como ferramenta para a produção na sua propriedade.

E você, amigo leitor, faz parte desse nicho de produtores que têm apostado na digitalização de seus processos agrícolas? 

Convidamos você a conhecer as novas tecnologias que estão sendo inseridas nas propriedades rurais, além de quais são as ferramentas mais utilizadas para a produção agrícola.

O que é agricultura digital?

Com a necessidade de o setor agrícola acompanhar os avanços tecnológicos que já vinham ocorrendo em outras áreas, teve início o que chamamos de agricultura digital, também conhecida como Agro 4.0.

Assim como a indústria, o agronegócio faz uso de tecnologias para otimizar as atividades do campo por meio da conectividade e uso de ferramentas relativas à tecnologia da informação.

Essas ferramentas têm a função de coletar e analisar diversos dados referentes ao solo, clima, equipamentos, lavoura, entre outros. 

Com essas informações é possível entender as variabilidades que ocorrem dentro da propriedade e decidir sobre quais são as melhores soluções, sempre com base em um planejamento mais acertado.

agricultura digital

Imagem criada por jcomp – br.freepik.com

Por conta disso, uma vertente da agricultura digital é a agricultura de precisão. Por meio de informações mais precisas, o produtor consegue aumentar sua produtividade a menores custos, sem a necessidade de aumentar a sua área de cultivo.

Entre as principais ferramentas desse novo modelo de manejo temos:

  • Sistemas Integrados de Gestão;
  • Sensoriamento remoto;
  • Previsão climática;
  • GPS em máquinas agrícolas;
  • Informações de satélites com grande precisão;
  • Utilização de drones;
  • Controle detalhado de insumos e custos;
  • Sensores para identificação de pragas e problemas nutricionais.

Esse avanço no modo de produção vai de encontro aos desafios impostos ao setor pela alta na demanda por alimentos. A agricultura digital possibilita uma produtividade em larga escala, que permite suprir as necessidades do mercado.

Principais vantagens da agricultura digital

Se compararmos a agricultura digital com a agricultura dita convencional, podemos elencar algumas vantagens e benefícios que o processo de digitalização pode trazer ao campo.

  1. Otimização de processos 

O uso de sistema de gestão com a integração dos equipamentos favorece a otimização dos processos em toda a cadeia de produção, desde o plantio até a colheita. 

agricultura digital

Fonte: https://www.embrapa.br/documents/1355331/1528978/agricultura+digital+-+iStock/1d529d40-1206-d04c-e9a8-3a36d242b659?t=1587668524246

O produtor, ao ter conhecimento com relação aos maquinários, área trabalhada e implementos utilizados, pode monitorar as atividades e fazer um planejamento do trabalho.

Dessa forma, é possível saber quais áreas necessitam ou não de determinado manejo, como a aplicação de fertilizantes, por exemplo. Com isso, evita-se a repetição de uma área já aplicada, reduzindo custos e desperdício.

  • Aumento da produtividade

Com os dados obtidos por meio das tecnologias de agricultura digital, o produtor consegue ter um melhor aproveitamento do solo e de seus insumos. Isso possibilita obter um aumento de produtividade, com menos recursos utilizados e maior qualidade.

A utilização de sensores e outros dispositivos de inteligência artificial auxilia, por exemplo, no monitoramento de plantas em tempo real, podendo identificar as condições em que elas se encontram e quais são suas necessidades.

  • Redução de custos

Com a utilização da agricultura digital na lavoura, o produtor consegue ter uma percepção clara dos processos e resultados. Dessa forma, pode tomar decisões estratégicas que diminuem o desperdício e, consequentemente, os custos de produção.

Sendo assim, a agricultura digital chega para elevar a eficiência produtiva em aspectos que antes não eram perceptíveis. 

Tecnologias que viabilizam a agricultura digital

A agricultura digital tem revolucionado o trabalho dos produtores rurais por meio da utilização de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC), bem como de sistemas operacionais em dispositivos e equipamentos e sensores que otimizam e automatizam o trabalho e a gestão dentro da propriedade.

agricultura digital

Fonte: https://www.embrapa.br/image/journal/article?img_id=51666628&t=1587586589183

Nesse processo são empregados métodos computacionais de alto desempenho para a consolidação da agricultura digital em um ambiente 4.0. 

Essas ferramentas permitem o processamento de um grande volume de dados que auxiliam o produtor no manejo e na tomada de decisões.

Entre as tecnologias que possibilitam a agricultura digital temos:

  • Conectividade entre dispositivos móveis;
    • Internet das Coisas: máquinas são conectadas à internet e acionadas com base em dados e informações recebidas por comandos via internet;
    • Inteligência Artificial: possibilita que máquinas possam “aprender como humanos”, fazendo com que possam atuar sem interferência humana;
    • Sensores de monitoramento: representados pelos sensores que são conectados em equipamentos, máquinas e no solo;
    • Big Data: armazenamento de dados em grande quantidade;
    • Veículos autônomos: Robôs, drones e máquinas que podem agir sozinhos, sem a necessidade de controle humano;
  • Computação na nuvem com proteção de dados.

Essas ferramentas, se utilizadas de maneira correta, podem auxiliar o agricultor a otimizar todo o processo de produção, aumentando sua produtividade e reduzindo as perdas. 

Aplicativos para aumentar a produtividade agrícola

A utilização de tecnologias associadas à agricultura digital está crescendo consideravelmente nos últimos anos e auxiliando a produção agrícola em diversos aspectos.

Essas ferramentas auxiliam o produtor na: 

  • Gestão da fazenda; 
  • Identificação de pragas e doenças que podem atingir as plantas; 
  • Aplicação correta e eficiente de fertilizantes e defensivos; 
  • Previsão do tempo e clima; 
  • Automação de máquinas, entre outras. 

agricultura digital

Fonte: https://www.embrapa.br/busca-de-noticias/-/noticia/54770717/pesquisa-mostra-o-retrato-da-agricultura-digital-brasileira

Veja a seguir alguns aplicativos que podem te ajudar na gestão da sua propriedade e no aumento da produção.

AccuWeather

O AccuWeather é um aplicativo que mostra a previsão do tempo em um período de até duas semanas, o que possibilita ao produtor prever as condições do tempo. O aplicativo também mostra relatórios em tempo real com diversas informações climáticas e alertas de tempestades. 

Guia InNat

O Guia InNat é um aplicativo gratuito e funciona em modo off-line, com imagens e informações sobre as características físicas e a atuação de agentes naturais de controle de pragas. 

Este aplicativo permite auxiliar agricultores e técnicos para que possam identificar insetos controladores naturais de pragas, de forma que possam mantê-los no sistema produtivo, beneficiando-se do controle biológico de forma isolada ou conjunta com outros métodos. 

Adama Alvo

O Adama Alvo é um aplicativo para tablets e smartphones, que conta com um amplo banco de fotos e informações referentes às plantas daninhas, pragas e principais doenças que atacam as lavouras brasileiras.

O produtor pode, com a utilização do Adama Alvo, identificar a um clique no smartphone os principais agentes causadores de perdas de produtividade de suas lavouras. Além disso, o app permite a interação do produtor com especialistas, podendo fotografar e enviar aos agrônomos qualquer problema não identificado no banco de dados. 

Agrointeli

A Agrointeli centraliza, integra e organiza várias fontes de dados da fazenda em um sistema completo. Atende todos os níveis de equipes agrícolas, gerando inteligência, automação e otimização de processos que economizam tempo e dinheiro.

Os dados são coletados por um algoritmo estatístico e são detalhados e específicos para cada área da fazenda. O sistema combina dados de imagens aéreas, sensores, dados de máquina, previsões do tempo, modelos agronômicos, pragas e doenças, organizando e aproveitando ao máximo recomendações adequadas para o agricultor em um único lugar. 

AgroMercado

Com o AgroMercado o produtor tem na palma da mão as cotações agrícolas brasileiras dos principais produtos, como milho, soja, arroz, feijão, sorgo, etc., além de preços de gado, suíno e frango.

Você tem a possibilidade de escolher algumas cotações favoritas, além de poder navegar pelas categorias com centenas de itens atualizados diariamente.

Conclusão

O agronegócio deverá movimentar 15 bilhões de dólares em 2021 no mundo todo, de acordo com estudo realizado pelas Nações Unidas. E boa parte desse sucesso é decorrente da agricultura digital, que está cada vez mais presente em propriedades rurais em todo o mundo, com grande crescimento no Brasil e no mundo.

Isso só é possível em virtude da implementação de tecnologias, com inovação, equipamentos automatizados, sistemas de gerenciamento e aplicativos que permitem melhorar a produtividade e reduzir desperdícios, agregando mais valor ao produto final.

Grandes empresas do setor estão investindo em tecnologias da agricultura digital. Isso faz com que esse tipo de solução se torne mais acessível para todos, dos grandes fazendeiros até os pequenos produtores.

E você, tem utilizado ferramentas da agricultura digital em sua propriedade rural? Conte pra gente!

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.