Como melhorar a Internet 4G na área rural?

O avanço da tecnologia é nítido e, paralelamente, temos o avanço dos meios de comunicação, principalmente nas conexões via internet, como é o caso da internet 4G, que tem ganhado aos poucos, mais espaço na zona rural brasileira.

No Brasil, a internet foi implementada no início da década de 90 e rapidamente se disseminou. Prova disso é que o Brasil já figura entre os 5 países que mais usam a internet no mundo, com 78,3% da população conectada. Além disso, 4500 dos 5568 municípios brasileiros estão conectados na internet por meio de tecnologia de fibra óptica.

No meio rural, embora com alguma dificuldade, a internet também caminha para que esteja disponível para todos! Tanto que, agora em 2021 já houve a instalação da primeira antena 5G de internet rural do Brasil, em um projeto idealizado em uma fazenda modelo na cidade de Rondonópolis – MT.

Ficou interessado em saber mais sobre internet e internet 4G rural? Preparamos este conteúdo sobre o assunto e como melhorar a conectividade 4G no campo. Confira!

 

Agronegócio brasileiro: Grande beneficiado da Internet 4G rural

Utilizamos a internet para conversar, obter informações de sites de notícias, fazer transações financeiras, baixar e enviar arquivos, assistir filmes e séries… muitas são as atividades que conseguimos fazer hoje por meio da internet.

Nas áreas rurais do Brasil não é diferente, com a conectividade no campo sendo cada vez mais essencial. Não somente para fazer tudo o que listamos acima, mas para também permitir e facilitar as próprias atividades agrícolas.

Com o avanço da agricultura 4.0 (alguns até chamam de agricultura digital) a internet 4G rural tornou-se essencial e grande aliada de produtores rurais que moram e trabalham nas áreas afastadas dos grandes centros e demais áreas urbanas.

O próprio ministro das Comunicações, Fábio Faria, em visita à fazenda modelo (unidade de pesquisa do Centro de Treinamento e Difusão Tecnológica Ampa/IMAmt do Núcleo Regional Sul) na cidade de Rondonópolis – MT, pontuou sobre o impacto econômico da nova tecnologia em produções agrícolas, que irá possibilitar mais automação e precisão na agricultura.

O 4G revolucionou a vida das pessoas e o 5G vai revolucionar as indústrias. Para o agronegócio, que é quem está fazendo o nosso Brasil crescer, mesmo nessa crise, junto às telecomunicações, será um avanço gigantesco”, afirma Fábio Faria.

Para ele, o aumento da capacidade produtiva com a utilização da alta conectividade permitirá o controle de plantas daninhas, tratos culturais e manejo, assim como o controle de criações animais.

Você pode perceber que com a área rural conectada, — sobretudo com antenas de internet rural 4G e sinal de internet rural — o agronegócio brasileiro só será beneficiado, destacando-se cada vez mais no mundo.

Por essa razão, grandes operadoras de internet brasileiras estão trabalhando para levar a conectividade para o campo uma Internet móvel rural, que deixa de ser algo do futuro para ser a realidade do presente.

 

Internet fixa ou internet móvel: Qual escolher?

Embora seja comum encontrarmos essas duas definições, você provavelmente já teve alguma dúvida, certo? Mas fique tranquilo, vamos te ajudar nessa! 

A internet, como já sabemos, nada mais é do que uma rede mundial de computadores e demais equipamentos conectados entre si por meio de um conjunto de protocolos e serviços em comum.

Dentro das possibilidades, a internet fixa é uma de suas variações. Ela é obtida principalmente via cabos de fibra óptica e poste, geralmente de banda larga — velocidade igual ou superior a 128 kbps —  que é contratada por velocidade, e não por franquia de dados.

A internet móvel, por sua vez, é aquela obtida geralmente por operadoras de telefonia. Ela consiste no pacote de dados (e não na velocidade) contratada por franquia, e está disponível em diferentes redes (2G, 3G, 4G, 4,5G e 5G).

De forma geral, a internet fixa é aquela banda larga contratada por velocidade de tráfego, enquanto que a móvel, é aquela internet contratada por quantidade de dados utilizados, sem considerar efetivamente a qualidade (velocidade e estabilidade) da conexão.

O portal da Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL) fornece painéis e permite você consultar diversas informações sobre sinal, provedores de internet e demais dados de internet fixa, fibra óptica e internet móvel rural.

Imagem – Portal de informação da ANATEL, com detalhes dos acessos brasileiros.

Fonte: ANATEL, 2021.

Internet móvel 2G, 3G, 4G

Antes de mais nada, vale entender o que significa a letra ‘G’ na rede móvel. Vamos lá?

Internet 4G

Imagem – Símbolo de conexão móvel 5G em celular. Fonte: Canaltech, 2021.

 

A letra ‘G’ busca representar a geração da rede de internet móvel, enquanto os números indicam a evolução a cada versão. Logo, quanto maior o número, mais recente — e melhor — é a tecnologia de comunicação e internet.

Internet 2G – A internet 2G foi a primeira geração de internet digital, bem como a que introduziu um padrão de conexão global, o GSM (do inglês  Global System for Mobile Communication). No entanto, a qualidade do sinal nos dias atuais é ruim.

Internet 3G – A terceira geração de internet móvel foi desenvolvida em 2001, e em suas diversas atualizações ao longo dos anos, uma que vale a pena mencionar, é a tecnologia HSPA (High Speed Packet Access). Essa é fácil de perceber na tela dos celulares quando aparece o símbolo ‘H’ ou ‘H+’ ao lado do sinal do smartphone.

Internet 4G – Existem diferentes tipos de internet 4G, por isso, vamos explicar alguns dos mais importantes abaixo. Acompanhe!

 

Internet 4G no Brasil

Para entender o uso da internet no Brasil, devemos entender sobre como a população está distribuída entre as regiões rurais e urbanas. Um estudo do IBGE constatou que 76% da população brasileira é encontrada em âmbitos urbanos, porém, isso corresponde apenas a 26% do total de municípios. 

Imagem – Torre de antenas de comunicação. Fonte: Teletime, 2021.

 

Segundo alguns estudos, os usuários da internet 4G em cidades urbanas contam com 75% de disponibilidade de sinal. Por sua vez, os usuários de regiões rurais contam com apenas 41% de sinal 4G. 

 

Internet 4G rural

Na área rural, para ter internet 4G rural, é preciso que uma operadora de telefonia forneça essa solução por meio de antenas específicas.

Um estudo feito pela Agência Nacional de Telecomunicações (ANATEL), divulgado em 2020, aponta que a internet 4G rural está longe de ser uma realidade para todos.

Segundo o relatório da ANATEL, apenas 146 municípios brasileiros possuíam cobertura total em setores rurais, sem contar as outras 124 cidades que não possuem nenhum sinal de internet 4G (tanto em regiões urbanas quanto em regiões rurais).

Por outro lado, a TIM indica que sua cobertura de sinal 4G está em 52% dos municípios rurais, números melhores que as demais operadoras, que possuem menor parte do território rural coberto por sinal 4G.

Vale ressaltar também que ntenas de internet 4G rural apresentam sinais mais ‘estáveis’, ou seja, penetram melhor em barreiras físicas e ‘navegam’ por distâncias mais longas, sendo mais factível para áreas rurais.

Como ter uma boa conectividade 4G

Como já falamos, para você ter acesso à internet 4G rural, é preciso que na sua cidade e, principalmente na área rural, você tenha a recepção de sinal 4G. Diversas operadoras de celular já fornecem internet 4G rural e é só uma questão de tempo para que este sinal chegue para todos os brasileiros.

Até lá, para ter uma boa conectividade e internet 4G rural de qualidade, cabe ao produtor rural adotar algumas ações:

  • Certifique-se de que você tem boa conexão com o fornecedor. Caso não tenha, o produtor pode procurar os fornecedores de serviços para avaliar a disponibilidade de cobertura.
  • Verifique se não há muitos obstáculos que possam estar interferindo na qualidade do sinal;
  • No caso de roteadores wi-fi, você precisa garantir que eles estão num ponto aberto e onde é possível ter melhor conexão;
  • Existem equipamentos que amplificam o sinal de internet no campo, dependendo da situação, tais como amplificadores de sinal ou antenas próprias (que demandam maior investimento). Você pode precisar desse tipo de equipamento.

Uma alternativa interessante para os pequenos produtores é se associarem ou buscarem por cooperativas. com isso conseguem viabilizar (financeiramente) a instalação da infraestrutura e contratação do serviço para a região

 

A internet 4G rural está avançando por todo o Brasil! E você, já usufrui da internet 4G com frequência?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *